18 de abr de 2013

[Filosofia] BOSSUET / Das Paixões

Bossuet
          
                [ PEDRO LUSO DE CARVALHO ]
   
     
        Epicuro falava de três paixões: o desejo, a alegria e a dor.

        Os estóicos, de quatro: o desejo, a tristeza, a alegria e o medo.

        Os cartesianos elevaram esse número a seis: o desejo, a alegria, a tristeza, a admiração, o amor e o ódio.

       
         Bossuet escreve no tratado: De la connaissance de Dieu et de soi-même:

“O ódio que o homem tem por determinado objeto, só provém do amor que tem por outro. O desejo não é mais que um amor por uma coisa que ele não possui, como a alegria é um amor que se refere àquilo que possui.”


* *
(In RABINOWICZ, Léo. O Crime Passional. Trad. de Fernado de Miranda. 2ª ed. Lisboa, Arménio Amado, 1961, p.99.}

*  *  *


4 comentários:

Dayse Sene disse...

Complexo...porém interessante.
Uma boa noite meu amigo.
Um grande abraço.

Pedro Luso disse...

Obrigado, Dayse, pela visita.

Abraços.

Rose disse...

Sempre é complexo falar de amor... porém o descrevera com maestria Pedro. Aproveito para te convidar para me visitar no blog, é que fui honrada com o convite do Blog "Bicho do Mato" e estou concorrendo ao primeiro concurso de poesias "Pena de Ouro". Meu poema se chama: "Um Soneto em Silêncio" e já está aberto aos votos Ao analisar meu Soneto e achar que o mesmo é digno de seu voto é só dar um clik aqui:
http://blogdobichodomato.blogspot.com.br/2013/04/um-soneto-em-silencio.html
Desde já agradeço seu carinho e atenção.
Uma linda semana pra ti!

Pedro Luso disse...

Obrigado pela visita, Rose.

Ainda hoje farei uma visita ao seu blog para ler seu poema "Soneto em Silêncio", que está concorrendo ao prêmio do "Pena de Ouro", do "Blog Bicho do Mato".

Abraços.