2 de mar de 2012

RUBEM FONSECA / Prêmio Literário Cassino da Póvoa

Rubem Fonseca



         Rubem Fonseca recebe Prêmio Literário Casino da Póvoa. Escritor brasileiro falou aos portugueses sobre a importância da paciência, da busca pela palavra perfeita e o labor diário para o ofício de escritor - 28 de fevereiro de 2012.


        Vencedor do Prêmio Literário Casino da Póvoa com o romance Bufo & Spallanzani, o escritor brasileiro Rubem Fonseca foi à Portugal onde participou de um evento literário e revelou que, para ele, escrever é uma forma de loucura. "Escrever é uma forma socialmente aceita de loucura".

        Durante a palestra no auditório do encontro de escritores Correntes d´Escrita, Fonseca, de 86 anos, falou sobre o ofício da escrita, o papel do autor, do quão difícil é manter o foco e a concentração no dia-a-dia e continuamente.  

        - É necessário ser alfabetizado, motivado, imaginativo e ter paciência. Fazer continuamente, sem pressa, mas não parar de fazer.

        Sobre a paciência necessária para escrever, ele disse que é essencial já que assim o escritor precisa refletir sobre o que está escrevendo, sentir a musicalidade e o peso das palavras:

        - Por que o Flaubert levou cinco anos escrevendo aquele livrequinho de 200 páginas, Madame Bovary? Ele queria a palavra certa. Ele sabia que não existem sinônimos.

 
                                                        *  *  *  *  *  *

8 comentários:

  1. Vim agradecer a visita ao meu Blog e voltarei mais vezes para aprender sempre mais sobre a arte de escrever e de viver. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Ivana Maria,

    Fiquei muito contente com sua visita e com o seu comentário. Volte sempre.

    Abraços,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  3. Pedro muito obrigada por ter me se adicionado a minha página. Com isso, você não sabe a felicidade que me presenteou, e a surpresa adorável que foi ao ler o conteúdo do seu.
    Pegando uma pequena parte desse texto publicado, digo que muitos ainda nós veem - amantes da escrita - como loucos a beira de um verde sem fim de lucidez. Espero que daqui uns anos, essas pessoas consigam pelo menos abrir a mente um pouco ou talvez até mesmo um curto pedaço como a cabeça de uma agulha. Mas espero que seja um sim...
    Vou voltar sempre.

    Beijos e abraços

    Amanda

    ResponderExcluir
  4. Amanda,

    Foi uma grande alegria receber sua visita e seu comentário, e, principalmente, por saber do seu interese pela literatura.

    Espero que volte outras vezes a este espaço.

    Abraços,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  5. Seu blog reforça o tema:"Ler é cultura na essência".Postagens elucidativas e cultas tanto quanto a arte merece.Abraço de, agora que conheço, leitor frequente.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  6. Esse encontro com pessoas que gostam e valorizam a literatura, como é o caso do "Enigmático Byjotan", dá-nos sempre a esperança de termos sempre mais admiradores dessa nobre arte.

    Agradeço ao amigo pela visita e pelo comentário.

    Um abraço,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  7. Grata pela visita ao meu blog
    grata por seguir
    Todos os anos temos cá na Povoa de Varzim as correntes d`escritas
    Este ano o prémio foi mesmo dedicado a Rubem Fonseca
    Vencedor do Prêmio Literário Casino da Póvoa
    Voltarei obrigada

    ResponderExcluir
  8. Anita,

    É sempre uma alegria receber visitas de amigas de Portugal. Agradeço o seu comentário.

    Abraços,
    Pedro.

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO