20 de fev de 2011

A "CONVERSÃO" DE GANDHI

Mahatma Gandhi




                

     Para criar a comunidade de Phoenix, e para dedicar-se completamente à causa de seus compatriotas, o futuro Mahatma abandona a profissão jurídica, que lhe rende 5 a 6 mil esterlinos por ano. Em Phoenix, não se conforma só com cultivar o seu pedaço de terra, mas pede até, como um privilégio, que fiquem reservados para ele os trabalhos mais humildes e mais pesados. É nesse período que ele começa a crer no jejum como meio de purificação e de domínio de si mesmo, e a praticá-lo.


                                                                                     
                                                                           (G. Borsa)


        In Ghandi, São Paulo: Edições Melhoramentos, 1975,  p.53.