26 de mar de 2012

GALBRAITH - A Arte não é Democrática




       Num mundo que reconheça que os artistas são comercialmente importantes, a próxima pergunta refere-se aos padrões pelos quais eles serão escolhidos. Assim como os homens perguntaram outrora quem haveria de julgar os juízes, nós agora devemos indagar qual arte qualifica um homem ou uma mulher a ser chamado de bom artista. A escolha, como já asseverei mais que o suficiente, não pode ser feita pelo público; a arte num sentido bastante real, não é democrática. Mas o juízo definitivo não pode caber aos engenheiros, perito de marketing ou administradores.

                                                           (John Kenneth Galbraith)
                                                         
                                                                          *

        Ref. GALBRAITH, John Kenneth. Uma Visão de Galbraith. São Paulo: Livr.Pioneira Editora, 1989, p. 128.

                                                                                        *  *  *


2 comentários:

  1. Boa noite.

    Realmente a arte não é democrática.
    Continua sendo para a elite.


    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Como define a ARTE?
    Que definição tem CULTURA?
    PARA TI O QUE É A CULTURA ?Perguntei aos meus amigos
    As respostas foram vagas
    E cada uma diferente.
    Afinal cultura é tudo.
    Ela faz parte da gente.

    De uns versos de António Aleixo (poeta popular)
    “ …. Sou simplesmente um produto
    Do meio em que fui criado …”
    Então penso que:

    Se os “produtos” são diferentes,
    As culturas também são
    Pela soma das diferenças
    Se processa a evolução.

    E é da troca de saberes
    Do ler, ouvir e contar
    Que o homem fica mais culto
    E propenso para criar.

    crenças, conceitos e hábitos
    simbologia e tradição
    São dinâmicos e não estáticos.

    ARTE e produto de génio criador,
    É vista e sentida por quem a usufrui ,,
    O seu valor material é inflacionado
    por agentes estranhos... mas tem marcas e estilos da origem e da relação com o OUTRO.

    Gostei deste "espaço) pelo manancial
    cultural que contém-

    Um abraço fraterno

    ARFER

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO