24 de fev de 2011

CINEMA: "A Excêntrica Família de Antonia"

Antonia e sua filha


                  por Pedro Luso de Carvalho


        O filme Antonia's Line - "A Excêntrica Família de Antonia", no Brasil -, produzido pela Holanda, Bélgica e Inglaterra, em 1995, dirigido pela holandesa Marleen Gorris, foi o vencedor o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 1996. 

        Antes dessa premiação, em 1995 recebeu o Prêmio de Melhor Roteiro, em Chicago, e o Prêmio de Melhor Filme no Festival de Toronto, Canadá. Faltou-lhe apenas o prêmio de melhor atriz para Willeke van Ammelrooy, a intérprete de Antonia.

        Resolvi escrever sobre A Excêntrica Família de Antonia para não deixar de recomendá-lo, depois que o vi hoje, como já o fiz várias vezes. O filme conta a trajetória de Antonia, que se encontra de volta à sua cidade natal, para o enterro de sua mãe, junto de sua filha, e aí permanecerá até o final de seus dias, na fazenda da família, com a filha, depois com a neta e a bisneta. A história é contada do ponto de vista da bisneta, que se torna escritora. Na narrativa, deparamo-nos com um realismo fantástico.

        Em 17 de julho de 1997, a  Folha de São Paulo fez esta referência ao filme: “A Excêntrica Família de Antonia  vale a pena ser visto pelas ótimas interpretações e pelas constantes lições de generosidades”. 




Um comentário:

Patrícia disse...

Boa dica! Vou tentar assistir!