27 de fev de 2011

ANDRÉ MAUROIS / O Século de Voltaire

Voltaire



       

        Diz-se que o século dezoito foi o século de Voltaire, como o dezessete foi de Luís XIV. É verdade. Num século de burguesia crítica, ele é um burguês crítico; num século de disputas religiosas, ele é ao mesmo tempo um erudito em questões teológicas, um curioso desses assuntos e um anti-religioso; num século de classicismo, é um clássico, herdeiro das disciplinas do reinado precedente; num século de ciência nascente, é, não um sábio, porém um amador culto e um maravilhoso vulgarizador. Ao sair do colégio sente tão bem sua força que, quando o pai lhe fala em seguir uma carreira, responde convicto: “Quero ser apenas um homem de letras!”



                                                                     (André Maurois - trecho do livro)



        In, MAUROIS, André. Voltaire. Trad. Aurélio Pinheiro. Rio de Janeiro: Pongetti, 193?, p. 23.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO