17 de ago de 2011

NIETZSCHE - O Filósofo e o Artista





        Contra a historiografia icônica e contra as ciências da natureza são necessárias forças artísticas prodigiosas.

          O que deve fazer o filósosfo? No meio do formigamento, acentuar o problema da existência, particularmente os problemas eternos.

           O filósofo deve reconhecer o que é necessário e o artista deve criá-lo. O filósofo deve simpatizar o mais profundamente possível com a dor universal: como os antigos filósofos gregos, cada um deles exprime uma angústia: aí, nessa lacuna, ele insere seu sistema. Constrói seu mundo nessa lacuna.

                                                                                                   (Nietzsche)

       
In Nietzsche, O Livro do Filósofo. Tradução de Antonio Carlos Braga. São Paulo: Escala, 2007, nº 27, p. 17.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO