20 de nov de 2011

MÁRIO DE ANDRADE – Os Alemães Tomam Paris



                        por  Pedro Luso de Carvalho


        No livro de Eduardo Jardim, Mário de Andrade, a morte do poeta, publicado pela Ciivilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2005, p. 29, o escritor diz do sentimento de frustação de Mário de Andrade ao tomar conhecimento da instalação do conflito que redundaria na Segunda Guerra Mundial, e, em especial, da queda de Paris, em 1940, quando se tornou subjugada às forças alemãs de Adolf Hitler. 

        Eduardo Jardim transcreve, no livro, trecho da carta que Mário de Andrade escreveu para Sergio Milliet, em outubro de 1940, como segue:

        “E na Europa – diz Mário – nem me fale! Vivo angustiado e jamais pensei amar tanto Paris como vejo agora que amo. A ideia de bombardeios destruidores, a imagem dos alemães entrando em Paris me horrorizam, fico num estado completo de desepero. Parece incrível mas é mesmo assim”.


* * * * * *


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO