14 de mai de 2013

BORGES / Nos Subúrbios de Palermo

Jorge Luis Borges


         


        Borges cresceu nos subúrbios de Palermo, na zona norte de uma Buenos Aires que, nos primeiros anos do século XX, ainda apresentava vestígios coloniais e alargava sua periferia em ruas desabitadas, casas térreas e terrenos baldios. O jardim da casa, a biblioteca do pai e a companhia de sua irmã Norah circunscreveram a infância do autor a um âmbito íntimo de jogos e de leituras na tentativa de preservá-lo da sordidez do arrabalde. O excessivo zelo familiar excluiu também a escola - Borges a freqüentou por pouco tempo; sua educação foi entregue a uma professora inglesa, Miss Tink, que lhe ministrava aulas particulares. Sempre sob a supervisão do pai, Jorge Guilhermo Borges, que era advogado e professor de psicologia, a formação inicial do escritor desenvolveu-se na interioridade do lar.

                                                                                  
                                                                                                                                (Ana Cecilia Olmos)


        (In Por que ler Borges. São Paulo: Editora Globo, 2008, p. 11.)





*  *  *


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO