24 de jun de 2011

[Poesia] MARIO QUINTANA / Nada Sobrou

Mario Quintana




         As pessoas sem imaginação podem ter tido as mais imprevistas aventuras, podem ter visitado as terras mais extranhas... Nada lhes ficou. Nada lhes sobrou. Uma vida não basta apenas ser vivida: também precisa ser sonhada.
                                                   
                                                                              (Mario Quintana)



Ref. In QUINTANA, Mario.Na volta da Esquina. Porto Alegre: Ed. Globo, 1979, p. 54.





Um comentário:

  1. Os sonhos restauram e criam novas perspectivas.

    Beijos.

    ResponderExcluir

LOGO O SEU COMENTÁRIO SERÁ PUBLICADO.

OBRIGADO PELA VISITA.

PEDRO LUSO